Apanhado político

Leonel Brizola, em quem, a pedido do meu particular amigo Moysés Pimentel, votei para Presidente da República, e a meu ver teria ido bem, naquela eleição que, no segundo turno, deu Collor contra Lula, teve 300 mil votos para deputado no Rio de Janeiro, sendo ele, como se sabe, gaúcho. Aconteceu em 1962, portanto, há mais de 50 anos.

Golpe de mestre

“Informá-lo de que”, essa é a forma correta. Exemplo: “Vim para informá-lo de que”. Se você tira a preposição “de”, está errado.

As danações

Nos Estados Unidos, mãe de cinquentanos tem todas as condições para entrar no Guinness Book, o Livro dos Recordes. Pôs no mundo sete filhos homens, todos gays; quanto ao marido, se mandou de casa faz tempo.

Pasto antigo

O Lido, restô instalado em meio dos anos 50 pelo francês Charlie Dell’Eva, no seu glorioso início, depois das dez da noite, ninguém podia mais entrar, embora quem já estivesse dentro permanecesse, não por muito tempo.

Palpite

Somos muito injustos com Deus, não lhe permitimos nem pecar. (Friedrich Nietzsche)

Estórias com E

Um dos maiores acontecimentos de Barcelona é o Parque Guell, produzido pelo grande arquiteto Gaudi, às expensas do Conde (Guell), que ali morava. O visitante é levado a tomar um susto, pois tudo é desconforme, faltando simetria, o que torna local extraordinariamente diferente. Tenho mostrado ambiente em questão a companheiros de vilegiatura, podendo citar Armenuhí Boyadjian e Paulo Sérgio Santa Cruz, além da saudosa Anita Cavalcanti, que se deliciaram.

Vesperal das moças

Em seus gloriosos primeiros tempos, o Cine São Luiz, então o melhor do Brasil, exigia paletó. Ainda assim, depois do almoço, Flávio Marcílio, fugindo do barulho das crianças, ia dormir no cinema, dotado de ar-condicionado.

Palpite

A verdade primeiro liberta, depois conforta. (George Bernanos)