Estórias com E

Legenda Pedro Philomeno participava, de segunda a sexta, de roda de amigos na porta da Livraria Francesa, no Centro da cidade. Quando encerrava, ele tomava no pé dois, pela Guilherme Rocha, o rumo de sua casa, em Jacarecanga. Um dia, deu uma neblina e ele pegou um carro de praça. Ao chegar ao destino, perguntou o preço da corrida, e então deu uma cédula ao motorista e ficou esperando o troco. Porém, o motorista reagiu, “seu” Pedro, seu filho Chico, quando faz esse percurso, deixa o troco comigo. Explicação do milionário: É que ele é filho de rico e eu não sou.

Tirada famosa

Consta que Confúcio ocupava o tamborete do balcão de um bar, tomando feliz o seu uísque. Aproximou-se um cidadão e ministrou-lhe uma cotovelada, jogando Confúcio no chão e esparramando seu copo. Confúcio olhou pra ele e percebeu que nunca o tinha visto mais gordo. E sua reação foi uma pergunta: Por que me odeias, se nada fiz pra te ajudar?

Anedota

Uma cidadã, completamente despida e descalça, entrou num bar inglês e pediu uma cerveja. O garçom olhou bem pra ela e trouxe. Ela pediu outra, e o garçom, continuando olhando pra ela, serviu. Pediu a terceira, e ela, antes de entornar, perguntou: "Nunca viu uma mulher nua?" E a resposta foi: "Já vi sim, só quero saber de onde a senhora vai tirar o dinheiro pra pagar a conta."