Fundo

É bastante desigual chamar o período em que o país foi governado por militares de ditadura. Tanto não houve ditadura, que os presidentes eram renovados e havia votação indireta, pelo Congresso, só que o candidato era apontado por eles, pois não iriam cometer a leviandade de entregar a tarefa a deputado e senador.  

Não concordância

Atender celular, quando tem alguém fazendo uma explanação numa roda, é da maior impertinência. Se alguém leva aparelho em questão para uma festa, deve conservá-lo no silencioso, a não ser que se trate de quem tem parente próximo se acabando no hospital. Só que, quem tem parente pra morrer, deve evitar a vida social.

Não concordância

Sou totalmente contra que um casal entre num clube ou num salão ou numa festa particular com a mulher de braço enfiado no do marido. Os dois devem estar separados um do outro, de braços distendidos. Um exemplo de como proceder de forma correta é sempre dado pelo senador Tasso Jereissati e Renata, que, portanto, devem ser imitados.

Não concordância

A cena é deprimente, mulher pendendo pra gordinha sentada num clube de perna aberta e sandália havaiana, chupando picolé e vendo novela. Um pouco de classe não faz mal a ninguém.

Franqueza

Denomina-se Get Real uma filosofia que pretende usar sempre da franqueza, dizer sempre o que você acha disso ou daquilo. Desse modo, se sua amiga pergunta o que é que você achou do seu vestido, e não gostou, diga que não gostou. Se não apreciou um jantar, responda não, quando a anfitriã quiser saber sua opinião. A vantagem desse proceder é não ter que arcar com uma possível úlcera de estômago, se manifestar opinião contrária ao que você realmente pensa.

Não concordância

Não posso ver com simpatia essa história de Segundo Turno, pois sou contra que, quem já perdeu, possa vir a ganhar na virada.

Não concordância

Com aqueles restaurantes que só trocam de toalha quando uma mancha evidente acontece. A toalha para ser trocada precisa apenas que a mesa tenha sido ocupada, mesmo sem nada derramado, bebida ou comida.

Meus orgulhos

Um dos maiores foi ter ficado sempre em silêncio, quando saí de alguma empresa, seja jornal, rádio e televisão. Ao contrário do que aprontou Ricardo Boechat, que deixou O Globo atirando pra tudo que é lado.