Descuidos

Levar uísque pra mesa da refeição, onde a perspectiva é do vinho ou, quando não há cerimônia, da cerveja, quer dizer, as fermentadas. Agora, uns 15 minutos após o café, o garçom pode passar com a bandeja portando novamente o precioso líquido escocês.

Modus comportamentorium

Tem marido e mulher entrando em festa ou igreja de braço enfiado um no outro. Devem (os braços) estar distendidos, e um bom exemplo a ser imitado é dado pelo senador Tasso Jereissati e Renata, que adentram como deve ser.

Modus comportamentorium

Se você flagra o marido de sua amiga com outra no cinema ou em qualquer parte, melhor é fazer que não viu, e jamais delate à esposa, porque, se o fizer, ela vai cobrar, e os dois terminarão voltando a uma boa, e deixando você falando sozinha.

Modus comportamentorium

Se você entra em papo numa recepção com pessoa que não conhece, poderá perfeitamente perguntar o nome, desde que antes decline o seu próprio.

Modus comportamentorium

Maneira mais distinta de a dona da casa ou de o dono oferecer ao conviva uma repetição do prato consumido será perguntando “aceita mais um pouco?”, importante é recomendar que jamais o anfitrião deve insistir.

Modus comportamentorium

Quando sair do banheiro social, tenha o pertinente cuidado de deixar a luz acesa, facilitando assim o uso de quem o faz pela primeira vez, naquela casa ou naquele restaurante.

Serviço que serve

Garçom com mancha na pele não pode trabalhar, a não ser que seja uma coisinha de nada. Também não deve comparecer se estiver gripado ou com a dentadura da frente faltando um.

Atos & Desatos

Alianças de casamento mais em voga são aquelas de ouro dezoito quilates, que não sejam muito largas, que deem uma ideia de ostentação, nem as estreitas, que podem sugerir que o noivo é avarento. Como geralmente, a pertinência estará no meio do caminho.

Modus comportamentorium

Vossa Excelência está cansada? Só pode ser piada, porque simplesmente não existe. O pertinente será sempre perguntar Vossa Excelência está cansado?

Modus Comportamentorium

Uma incursão pelas regras de etiqueta, um cavalheiro não deve beijar mão enluvada, pois aí estará beijando a luva e não a mão.