Laboratório

Enquanto “mala” serve para nomear a pessoa pesada, o convidado desagradável, o convivente difícil, “valise” envolve exatamente o contrário, aquele que é sempre bem-vindo e incapaz de trazer pra roda temas cacetes.

Laboratório

Minha coluna, que já ultrapassou 60 de vida, estabeleceu chamar de “Doze das Damas” os fundadores do Ideal, que começou no bairro em questão, estando a caminho do centenário. Na realidade, os iniciadores logo passaram pra 13, pois Clóvis de Alencar Matos, três meses depois da inauguração, foi eleito presidente (me parece) do Iracema e passou sua cota para o primo Fernando de Alencar Pinto, figura importantíssima na construção da sede das Monsenhores e muito injustamente esquecido.

Laboratório

Entre as tantas inventivas deste repórter, incluo “Arroz Amargo”, para definir aquela refeição em que os convidados condenam a comida.

Laboratório

“A Delegada Que Só Prende Por Amor”, se pusermos a modéstia de lado, foi uma das mais primorosas criações deste repórter, em sua coluna de O POVO. Trata-se, no caso, da Margarida Borges.

Laboratório

“O Indispensável” é como minha coluna de O POVO denomina o desembargador Zezé Câmara, um dos maiorais do ibope afetivo.

Laboratório

“Obra-Prima da Criação” foi nosso batizado para Edilmo Cunha, por sinal, testaneiro maior da confra da Escola Unidos do Natal, ocorrência programada para o penúltimo dia do mês, envolvendo almoço no Ugarte do Cumbuco.

Laboratório

“Pedra da Costa”, batismo dado ao cinema do Cumbuco da casa de Regina Pessoa e Adriano Josino.

Laboratório

“Os Doze das Damas” foi criação deste repórter para batizar os fundadores do Ideal.

Laboratório

Foi uma das alcunhas que mais cedo pegaram, “Ex-Quase Tudo”, para Lúcio Gonçalo de Alcântara, que foi Governador, Vice, Senador, duas vezes Deputado Federal bem fornido, Prefeito e Secretário da Saúde em três administrações, César Cals, Adauto Bezerra, Ciro Gomes, só não Vereador e Deputado Estadual.

Laboratório

“Santa Maria” foi a criação mais católica deste repórter almejando batizar a sra. Eymard Amoreira, dotada de profundos sentimentos cristãos.