Golpe de mestre

“Dói-me os dentes” não está correto. Para ser escorreito na língua, tem de pôr “doem-me os dentes”.

Golpe de mestre

“Malifício” está completamente errado, a forma correta é “malefício”, porque provém do latim “maleficiu”.

Mestre-escola

Embora não completamente errado, mas também certo não é, começar frase por pronome oblíquo. Assim, em vez de dizer “Me parece”, opte por “Parece-me”.

Golpe de mestre

“Posar” e “pousar” são coisas distintas. “Posar” é quando o modelo “posa” para uma fotografia; e “pousar”, quando uma mosca “pousa” na sopa.

Mestre-escola

Se você não tem nada melhor a dizer, melhor ficar calado. Porém, convém evitar sempre o lugar-comum, tais “Muito obrigado pela parte que me toca” e “Filho de peixe, peixinho é”.

Golpe de mestre

“Relutante” é um adjetivo que caracteriza uma pessoa que se opõe a alguma coisa. Agora, para caracterizar alguém indeciso, a opção é “Reticente”.

Português

Na qualidade de aluno permanentemente irrepreensível do vernáculo pátrio, devo esclarecer que nunca será pertinente começar uma frase por “Eu acho...”, sendo preferível expressão menos imperialista, qual seja, “Suponho”, “Me parece”, “Penso que”.

Golpe de mestre

“Informá-lo de que”, essa é a forma correta. Exemplo: “Vim para informá-lo de que...”. Se você tira a preposição “de”, está errado.

Golpe de mestre

A palavra “obrigado” tem origem na forma latina “obligatu” e pertence à classe dos adjetivos e, como tal, deverá concordar em gênero e número com a pessoa que agradece. Assim, uma mulher deverá sempre dizer “obrigada”, e um homem deverá dizer “obrigado”.

Golpe de mestre

De Sandra Duarte Tavares, da Universidade de Lisboa: Não se diz “haviam”, porém “havia”. A forma verbal correspondente ao pretérito imperfeito do indicativo do verbo “haver” na terceira pessoa é “havia”. Sempre que é verbo principal, “haver” só se conjuga na terceira pessoa do singular, porque é um verbo impessoal. Exemplos: “há” feriados, “houve” feriados, “havia” feriados, “haverá” feriados, “haveria” feriados, “haja” feriados.