Golpe de mestre

A forma correta é “haja” no singular. Assim, “espero que ‘hajam’ bilhetes para o cinema” está errado.

Golpe de mestre

“Coeficiente de Inteligência” não existe, a forma correta é “Quoeficiente de Inteligência”.

Vernáculo

Dependendo do grau de intimidade com o endereçado, você pode usar na carta “tu” ou “você”, agindo corretamente qualquer que for sua escolha, desde que não comece por “tu” e termine com “você” ou comece por “você” e termine com ”tu”.

Golpe de mestre

“Isotérico” não existe. A forma correta é “esotérico”, pois o adjetivo provém do grego “esoterikós”.

Golpe de mestre

De Sérgio Rodrigues: Escrevemos “milionário” e “bilionário”, porque essas palavras não derivam diretamente das formas “milhão” e “bilhão”, pois, para a formação delas, a língua recorre ao italiano “milione” e ao francês “bilion”.

Golpe de mestre

O que é correto, “meio-dia e meio” ou “meio-dia e meia”? Segundo Sérgio Rodrigues, ponha “meio-dia e meia” e estará absolutamente correto.

Golpe de Mestre

Nunca diga ou escreva perca, e sim perda, pois perca se trada de um peixe, enquanto perda procede do verbo perder.

Golpe de mestre

“Extrato”, quando é bancário ou solução, é escrito com X. Quando se trata de nível social, é com S que se escreve.

Golpe de mestre

O adjetivo “essencial” não carrega acento, apesar de provir do substantivo “essência”.

Golpe de mestre

“Espontaneidade” é a fórmula correta, sendo, portanto, “espontaniedade” a maneira que não deve ser utilizada.