Mestre escola

Boca de siri será sempre bem mais aceitável do que saltar frases feitas, tal “muito obrigado pela parte que me toca” ou “pra morrer, só precisa estar vivo” ou ainda “filho de peixe peixinho é”.

Mestre escola

“Entrega ‘à’ domicílio” ou “entrega ‘em’ domicílio”? Faça sua opção por “Entregar ‘em’ domicílio” e não “’à’ domicílio.

Mestre escola

A expressão “Eu acho” deve ser evitada, pelo fundo muito imperioso, ao invés, diga “Eu penso”, ou “Me parece”, antes de estabelecer sua opinião sobre o assunto em voga.

Mestre escola

Se você proclama “Nós ontem fomos ao cinema, Alice, Marta, Antônio e eu”, nesse caso aí, o “eu” é perfeitamente dispensável, pois quem fala já está envolvido no “nós”.

Golpe de mestre

O nome “cateter” vem do grego “kathetér”, que significa objeto que penetra e se presta pra designar a sonda que se mete numa veia ou artéria para introduzir um medicamento. De acordo com a sua etimologia, é uma palavra aguda, ou seja, quando se pronuncia, o acento tônico recai na última sílaba. Assim, ca-te-ter.

Mestre-escola

A expressão “logo quem” tem quase sempre sentido pejorativo e deve ser evitada nas conversações.

Mestre-escola

“Eu vou à Itália”, com A craseado, porém “Eu vou a Roma”, o A não leva crase, porque não se diz “A Roma é uma bela cidade”, todavia se diz “A Itália é um belo país”.

Mestre-escola

Os dois são corretos, mas entre “janta” e “jantar”, prefiro “janta”, que é mais raro de a gente ouvir.

Golpe de mestre

Prefira usar “austero” e não “sério”, pois pode insinuar que a pessoa não ri nem do Chico Anysio.

Mestre-escola

Melhor usar “alhures” do que “fora”, pois esse último termo tem também o sentido pejorativo de expulsão.