Não morra pela boca

Diga “Não, obrigado” aos alimentos fritos comercialmente. Assim, compre um sanduíche de frango grelhado, em vez da versão empanada, e programe uma salada, em vez de batatas fritas.

Não morra pela boca

Coma peixe com mais frequência, comer muitos peixes gordurosos, ricos em ômega 3, como salmão e cavala, reduz o risco de câncer de próstata, segundo estudo feito em Estocolmo, na Suécia, com mais de seis mil homens.

Não morra pela boca

Diga sim para cebola, maçã, frutas vermelhas, couve e brócolis. (Do Guia da Saúde, de Seleções)

Não morra pela boca

Se tiver pedras nos rins, não coma espinafre, que é rico em ácido oxálico. Batata frita é bonito de ver e de comer, só que carrega calorias pesadamente.

Não morra pela boca

De Seleções: Se houver gordura no bife, corte. Se o frango estiver com pele, retire. Se houver gordura líquida em cima do ensopado ou da sopa, livre-se dela com uma colher. Se houver uma poça de gordura embaixo da carne, seque com papel toalha ou guardanapo de papel.

Não morra pela boca

Uma das razões pelas quais a carne é tão criticada é que a proteína e a gordura ficam juntas na maioria dos cortes. Segundo, é que irresponsavelmente programamos sempre grandes porções da dita cuja.

Não morra pela boca

Duas razões para você comer sempre carne com legumes e verduras. Tem um componente da carne conhecido como o “Fator Carne”, que ajuda o corpo a absorver mais o ferro dos legumes. Legumes crucíferos, tais brócolis ou couve-de-bruxelas, ajudam o corpo a combater compostos carcinogênicos, prejudiciais à saúde, chamados aminas heterocíclicas, produzidas quando a carne é grelhada ou feita na churrasqueira.

Não morra pela boca

Li em Seleções que a dieta por um dia deveria constar de cereais com 250ml de leite desnatado no café da manhã, um sanduíche de atum com pão integral, no almoço, um peito de frango médio sem pele, para o jantar, uma xícara de chocolate quente, feito com leite desnatado, antes de dormir.

Não morra pela boca

A dra. Gillian McKeith recomenda castanha de caju na dieta, porém, faz a ressalva, só que com moderação.

Não morra pela boca

Alimentos recomendados para frequência diária pela dra. Gillian McKeith. Nozes: Avelã, castanha do Pará, pinhão e pistache.