Preferia não

Geraldo Luciano é um dos talentos mais evidentes da geração que veio logo após a minha. Tanto que o único civil do alto comando Dias Branco. Vez por outra, ouço o zunzum que estaria mordido, ou seria mordido, pela mosca azul da política. Votaria nele, claro, mas, sinceramente, preferia que ele, homem sensato e sério, jamais pensasse em entrar nesse mundo tão eivado de suspeição.

Desta água, não…

Droga, principalmente porque o álcool já me faz o incentivo de que preciso para que, segundo dizem, seja engraçado e disputado nas rodas.