As mais mais

Cozinheira, Rita Banqueteira só trabalhou integral em três casas, milionários Pedro Philomeno e José Carneiro e o “sem ter onde cair” aqui.

As mais mais

Clícia Sá é uma das minhas mulheres mais admiráveis, pois, morante num palacete na zona chic do Benfica daquele tempo, a poucos metros da casa de José Gentil, nunca se queixou de ter que assumir posição menos vistosa e jamais a vi triste, sempre sorrindo e dançante.

As mais mais

Aponto neste item, que pretende escalar as mulheres mais valiosas do século passado, Carola Picanço, que promoveu muitas festas de caridade, e Dagmar Gentil, pelo desempenho à frente do Educandário Eunice Weaver, que abrigava as crianças de pais hansenianos.

As mais mais

Nadir Papi foi a maior figura do teatro cearense, e, na única vez que entrei em cena, tinha ela ao meu lado. Aconteceu no José de Alencar, quando Haroldo Serra levou “A Ratoeira”, de Aghata Christie, e me deu o papel de protagonista, sob a direção de José Maria B. de Paiva.

As mais mais

Primeira-Dama, inegavelmente, Luíza Távora, pelo carisma evidente, que a fazia adorada pelo massal.

As mais mais

Esposa: Ana Virgínia Carneiro, protagonista de uma das conjugações mais fortes.

As mais mais

Pisado: Maria Cláudia Oliveira, que se tornou Bichucher no altar e reouve o Oliveira em São Paulo, quando apartou. Nem Beatriz Philomeno pisa tão bem.

As mais mais

Revelação Intelectual, para Celma Prata, seguindo feliz indicação de sua colega das Amigas do Livro, Aída Coelho, viúva do primeiro reitor da Unifor.

As mais mais

Que eu conheça, único salão havido da sociedade cearense foi o da Chiquita Gurgel, na Rua Desembargador Moreira, entendendo-se como tal a senhora que mantém as portas sempre abertas para receber inclusive jornalistas, padres e intelectuais.

As mais mais

Aponto Branca de Castro como a noiva sertaneja de todos os tempos, e ainda hoje me apraz haver levado o casamento para Orós, quando a família Batista queria fazer aqui em Fortaleza, com recepção no Náutico. Para a transferência, contei com o apoio de Eliane Soares e, por meio dela, do patriarca seu pai.