Estórias com E

Sociedade cearense é pobre em histórias picantes, que nos despertam a curiosidade. A última data do ano de 1954, quando uma dama da alta roda contribuiu para que o marido presenteasse à amante com uma placa de brilhantes.

Usina de criação

“Malvidades” foi uma das recentes criações deste repórter, para significar “novidade ruim, má notícia”. Ninguém gosta, e eu ainda gosto menos.

Apanhado

Moysés Pimentel, exatamente o oposto do empresário selvagem, foi candidato a deputado federal, em 1962, e obteve sua cadeira por meio de uma belíssima votação, pois sufragado praticamente em todos os municípios, tendo como base Fortaleza, onde obteve mais de dez mil. Teve os seus direitos políticos suspensos na Revolução de 64, acusado de comunista, que absolutamente não era. Vencido o prazo, voltou, mas aí sem a velha fleugma. Foi um dos injustiçados.

Palpite

Muita coisa pode acontecer entre o cálice e o lábio. (Paladas de Alexandria)

Apanhado

Além da surpresa de ter saído governador, Plácido Castelo logo teve outra, sua posse foi antecipada em cinco meses, assim, enquanto seus companheiros de outros estados só apearam o poder em janeiro, ele, em agosto do ano procedente. Dizem que foi uma manobra de Sarasate, junto presidente Castello, para impedir que Virgílio Távora fizesse o Governador-tampão.

Comportamento

Muito cuidado com seus convidados para um jantar, sobretudo, em se tratando de mesa de lugares marcados, pois devem ser, sobremaneira, corteses e educados, qualidades essenciais para a correta convivência.

Vida mundana

Manoel Porto não é apontado como um dos três maiores presidentes do Ideal, talvez por não ter realizado nenhuma obra. Entretanto, no meu parecer, foi o maior presidente social, pois, em seu tempo, foi eleita a primeira Miss Ideal, Ana Maria Sales, e surgiu a Orquestra Feminina Carmem Carvalhedo (não confundir com Cavalaro), à qual ele deu apoio integral, sem falar em haver promovido talvez a última gincana do clube.

Golpe de mestre

A palavra “malcriado” se escreve assim, junto. Portanto, grafar “mal-criado” não está correto.