Não concordância

A cena é deprimente, mulher pendendo pra gordinha sentada num clube de perna aberta e sandália havaiana, chupando picolé e vendo novela. Um pouco de classe não faz mal a ninguém.

Celeiro

Chamo de “civil” a pessoa que está presente em uma festa sem ter obrigação de estar ali. Por exemplo, um parente dos donos da casa não é civil.

Ilustradas | Clique aqui para ver as imagens

Este repórter, aplaudindo em Santa Cruz, tendo em back o prefeito de Redenção, Davi Benevides, que também aplaude. (By Evando)

Náutico Atlético Cearense, em torno da coluna Meton César, filho Henrique Vasconcelos, mulher Yolanda, irmão Leopoldo e nora Renata, neta de José Macêdo. (By Rodrigues)

Buscado advogado trabalhista Marcos Monte e Cláudio Aguiar, no mais recente AAAA. (By Evando)

As danações

Natal era um zagueiro gaúcho, que chegou a formar com Domingos da Guia na defesa do Flamengo, no final dos anos 30. Era homossexual e passou a conversa num filho bastante menor do presidente do clube. Foi imediatamente eliminado do elenco, passou pela Bahia e desaguou aqui, jogando pelo Fortaleza. Quando pendurou as chuteiras, foi ser juiz por algum tempo, mas, segundo consta, morreu na miséria.

Palpite alheio

Descansar demasiado é oxidar-se. (Walter Scott, escritor escocês)

Apanhado político

Roberto Silveira foi um dos políticos mais promissores deste país, nos anos 50. Daria até um ótimo presidente se, naturalmente, o dono de seu partido, João Goulart, quisesse. Morreu em acidente aéreo, e seu lugar de governador do Estado do Rio foi ocupado pelo irmão, Badger, que logo ingressou na subversão e foi dos primeiros cassados pela Revolução de 64.

Mão boba

Nos arredores do Centro da cidade, estamos nos anos 50, aconteceu um coquetel. Havia um bifê, mas a fita só seria aberta depois dos discursos. Porém, faltou luz, que voltou em um minuto, e os presentes observaram, então, que uma senhora expelia sangue pela mão. É que, aproveitando o breu, ela foi em cima de uma bandeja de salgados, e uma amiga teve a mesma ideia, só que, usando um garfo, e, em vez da empada, espetou a mão dela.

Ilustradas | Clique aqui para ver as imagens

Maninho Brígido fez o Duda, e eu o mantive vivo.

E aqui estou eu mesmo, com Lurdinha Figueiredo, neta de Pedro Philomeno e sobrinha favorita do biprefeito Acrísio Moreira da Rocha.

Todos três da Escola Unidos do Natal, desembargador Zezé Câmara, médico Assis Antero e meu afilhado Chiquinho Aragão. (By Rodrigues)

Palpite alheio

Ninguém nunca disse que eu era bonita quando criança. Toda menina deveria ouvir que é bonita, mesmo quando não é. (Marilyn Monroe)

Celeiro

Não foi propriamente uma criação deste colunista, mas não costumo chamar os militares brasileiros de militares, prefiro “brasileiros fardados”, para designar a elite brasileira, que são, indubitavelmente, os militares.