Música, maestro

A Orquestra Feminina do Ideal foi um dos pontos altos de uma das melhores administrações eminentemente sociais, a do gentleman Manoel Porto. Foi a Carmem Carvalhedo quem organizou, recrutando exclusivamente moças da alta sociedade, das quais, de pendores musicais, eram três, Tereza Perdigão, ao piano, Estrelinha Vasconcelos, na bateria, e, depois, Any Josette, ao violino. Às outras, ora, bastava o charme, embora não se possa omitir a voz colocada de Ana Maria Sales e a regência pausada da Marta Rocha, que o mastro Orlando Leite ensinou.

Música, maestro

A mulher mais falsa que já houve no mundo foi a Amélia do Mário Lago e Ataulfo Alves. Tudo porque essa de "não ter a menor vaidade" e "achar bonito não ter o que comer" não é para uma mulher de verdade. Portanto, mentiu.