Apanhado

A vaga de senador que Carlos Jereissati não exerceu foi ocupada pelo suplente Antônio Jucá, que havia sido eleito deputado federal, porém participou muito pouco, pois, como seu amigo e paciente, logo faleceu. A cadeira em questão foi posta em eleição quatro anos depois, tendo sido último mandato de Menezes Pimentel, tendo na garupa Gentil Barreira.

Apanhado

Carlos Jereissati teve decisiva participação na eleição de dois governadores, Paulo Sarasate e Parsifal Barroso. O seu falecimento, logo após haver sido eleito Senador, promoveu cardiologista Antônio Jucá, que partiu pouco depois à assunção. Jereissati foi eleito por seus pares segundo secretário da Mesa do Senado, que não chegou a exercer, pelo prematuro perecer.

Apanhado

Dr. Manoel do Nascimento Fernandes Távora, pai de Virgílio, teve dois mandatos de Senador, o primeiro, em 1947, de apenas três anos, quando da instituição da terceira cadeira, e o segundo, em 1954, de oito, quando obteve primeiro lugar na votação, vindo em segundo Parsifal Barroso.

Apanhado

Nos seus quatro anos na suplência senatorial do dr. Pimentel, Waldemar Alcântara não assumiu um só dia. Entretanto, tirou quase todo mandato de Paulo Sarasate, que pereceu logo no início.

Apanhado

Virgílio Távora deixou seu Redentor Governo de 1966 para disputar a Câmara Federal, ia ter uns votos do meu torrão Aurora, porém transferiu pro seu então correligionário Humberto Bezerra, que deixava a Prefeitura de Juazeiro. Acabou obtendo 70 votos que eu consegui junto ao tio Zequinha Quezado, bem, uns 20, ele teria de qualquer jeito.

Apanhado

Na Presidencial de 1960, ainda sem título, torci por Jânio Quadros, tal todo brasileiro que se prezava. Estava no Rio, quando ele renunciou, e confesso que acho que chorei.

Apanhado

No pleito de 1958, aquele que a Grande Seca reverteu o placar, ainda não tinha idade pra votar, porém torci por Virgílio Távora, que perdeu pra Parsifal, que chegou a me aproveitar em seu gabinete como Secretário da Comissão Dinamizadora do Porto do Mucuripe.

Apanhado

Na primeira eleição para o Senado, após 1964, votei em Joaquim de Figueiredo Correia, embora do outro lado estivesse também um político sério, Wilson Gonçalves, que concluiu sua vida pública como ministro do Tribunal Federal de Recursos.

Apanhado

Em 1962, Péricles Moreira da Rocha, então em quarto mandato estadual, decidiu ser candidato a Prefeito, em lugar do irmão Acrísio. Em renhida disputa, perdeu apertado pro coronel Murillo Borges, mas, na época, muita gente afirmou que, se Acrísio tivesse sido o candidato, haveria levado.

Apanhado

Empresário Elano de Paula, irmão do Chico Anysio, pensou em obter uma cadeira na Câmara pelo seu Ceará natal. Corria o início dos anos 60, porém desistiu, face às cotações do voto no mercado.