Apanhado

As mais longas carreiras legislativas federais no Ceará foram as dos deputados Paes de Andrade e Jorge Furtado Leite, ambos com oito mandatos, Furtado Leite levando vantagem, por nunca ter sido derrotado.

Apanhado

Os cinco maiores governadores do Ceará, no meu ponto de vista, foram, em primeiro, Virgílio ou Tasso, em segundo, Tasso ou Virgílio, em terceiro, Cid Gomes, em quarto, César Cals, e em quinto, Raul Barbosa.

Apanhado

Alguns mais afoitos lamentam que, após eleito, Bolsonaro não conclamou a paz e a concórdia da família brasileira. Ora, acontece que o senhor Fernando Haddad foi quem começou, tendo sido o maior responsável pelo baixíssimo nível que a campanha enveredou.

Apanhado

O empresário Fausto Cabral, que era um gentleman, e segundo um pioneiro da crônica social, Geraldo Silveira, o homem mais elegante que o Ceará já produziu, foi o suplente de senador mais sortudo. Eleito na chapa com Parsifal Barroso, assumiu sete anos, quando o professor foi ministro de Juscelino e depois Governador do Estado. Fausto morreu no dia em que seu mandato se encerrou, sendo louvado por vários colegas na sua despedida em Brasília.

Apanhado

O marechal Lott não apreciava os Távora. Quando Virgílio perdeu para Parsifal o Governo do Estado, em 1958, teria de reassumir o Exército, na patente de major. Temeu que o Ministro da Guerra o mandasse para os confins da fronteira norte, região endêmica. Foi salvo por seu partido, a UDN, que o indicou para o cargo de diretor da Novacap, que o fez candango da Capital iniciada.

Apanhado

O grande presidente Castello Branco, que disputa com Médici qual o maior da história do Brasil, cometeu um grave erro quando impôs Pedro Aleixo como vice de Costa e Silva, que preferia João Agripino, pois sendo do Rio Grande do Sul e Agripino da Paraíba, estaria formada a chapa Sul-Norte. Na questão do AI-5, Agripino teria sido favorável, como também o foram os civis do Ministério, tais Magalhães Pinto, Tarso Dutra e Rondon Pacheco. Pedro Aleixo foi voz solitária contra, jogando pra plateia, e por isso não assumiu na doença do Presidente. O paraibano teria assumido.

Apanhado

Vicente Arruda, considerado um dos maiores constitucionalistas da Câmara, teve cinco mandatos de deputado federal, fora um que assumiu como suplente. Não disputou o último, apesar do apoio dos três filhos, um deles residente em Los Angeles.

Apanhado

Como ministro da pasta de Viação e Obras Públicas, tão poderosa que depois virou uma quatro ou cinco, Virgílio Távora veio pela primeira vez ao Ceará e reuniu seus comandos, perguntando de bucha: Os senhores acham que sou um grande ministro? Como ninguém esperava por essa inquirição, todos permaneceram calados. Ensejando o grande VT concluir: Tomo o silêncio como uma afirmativa.

Apanhado

Parsifal Barroso, que na década de 50 começou como deputado estadual, foi federal, senador e governador, era deveras brilhante, porém desprovido de vocação administrativa e política. Foi tudo, só que, com o sogro Chico Monte ao lado, pouco abonado intelectualmente, mas um verdadeiro craque no mando e nas manobras. Toda intuição de Dr. Parsifal era voltada para o magistério.

Apanhado

Após a Revolução de 1964, o Alto Comando fez chegar ao trêfego governador paulista Ademar de Barros, que depois seria cassado, a seguinte mensagem: Esqueça o futuro que nós esqueceremos o seu passado. Porém, Ademar continuou insistindo em ser Presidente e então rodou solenemente, indo parar na lista negra.